terça, 03 de novembro de 2015 - 11:00h - 18327
Palestra explora cenários e perspectivas do setor de petróleo e gás na 51ª Expofeira
A palestra destacou as vantagens e desafios que o Amapá terá nos próximos anos.
Por: Da Redação
O setor de petróleo e gás na Bacia da Foz do Amazonas foi o tema abordado na tarde desta terça-feira, 3, no Pavilhão de Negócios montado no Parque de Exposições da Fazendinha para 51ª Expofeira do Amapá.

A palestra destacou as vantagens e desafios que o Amapá terá nos próximos anos. Uma das vantagens seria a localização geográfica, o que exige muito investimento, para que o local possa ser fixado com um foco logístico.

A expectativa é de que a produção na Foz do Amazonas chegue a uma marca entre 500 mil e 1 milhão de barris de petróleo por dia. Uma oportunidade ímpar de desenvolver o Amapá.

O consultor Fernando Potsch diz que com a existência do petróleo na Foz do Amazonas, é questão de tempo para que o Estado possa ter retorno econômico com a exploração da matéria. “Para isso, é preciso que o Estado se especialize para atender o mercado, quase não tem atividade de exploração e produção do combustível e nem mão de obra qualificada na região”, explicou. 

Rede Petrogás

A Rede Petrogás Amapá é um movimento de integração e articulação formada pelo governo do Estado, empresas, instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento com objetivos comuns, reunidas para formação de uma aliança estratégica que permita entender a cadeia produtiva do petróleo, gás e energias renováveis, contribuindo para a formação de políticas voltadas para o desenvolvimento econômico, social e humano do Amapá.

O projeto visa integrar as ações do setor produtivo, instituições e governos na cadeia produtiva do petróleo e gás, promovendo a inserção competitiva das empresas locais nos mercados local e nacional, visando, inclusive, projeção internacional.

51ª Expofeira

A 51ª Expofeira do Amapá é uma realização do Governo do Estado e Sebrae. O evento ocorre no Parque de Exposições da Fazendinha, no período de 30 de outubro a 8 de novembro. Da área total de 120 mil metros quadrados, serão ocupados 116 mil. A concepção da 51ª Expofeira é transformá-la em feira de negócios, dando ênfase ao desenvolvimento econômico do estado. Dois eixos estarão em evidência - Produção de Alimentos e Produção Florestal.

 

Em 2015 o evento conta com o patrocínio do Banco do Brasil, CAIXA, Banco da Amazônia e Sicoob CredEmpresas-AP e apoio da Associação Comercial do Amapá (ACIA), Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e Consórcio Equador.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá