domingo, 26 de junho de 2022 - 19:05h - 1871
Após instalar Centro Cirúrgico e UTI Neonatal, Governo do Amapá entrega Maternidade Bem Nascer para a população 
Adequação do prédio inclui construção da rampa de acesso e ampliação do Centro de Esterilização. Intervenções foram essenciais para a unidade entrar em funcionamento.
Por: Da Redação .Colaboradores: Cláudio Morais.
Foto: Marcelo Loureiro/Márcio Pinheiro
Centro cirúrgico está preparado para atender os casos de urgência e emergência da maternidade.

Após instalar o Centro Cirúrgico e a UTI Neonatal, o Governo do Amapá do Amapá entrega a Maternidade Bem Nascer pronta para atender à população. Quando a atual gestão recebeu o prédio, em 2015, ele estava sem condições de funcionar por não atender às exigências do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Por isso, as Secretarias de Estado da Saúde (Sesa) e de Infraestrutura (Seinf) realizaram adequações, que exigiram novos projetos e mais investimentos.

Entre as intervenções, o Governo também construiu rampa de acesso para o segundo pavimento; vestiários e banheiros para funcionários. A cozinha, o refeitório e o Centro de Esterilização precisaram ser ampliados para atender às demandas.  O Estado investiu R$ 11,6 milhões na reestruturação e requalificação da maternidade e aquisação de equipamentos, o que totalizou R$25,3 milhões na obra. Foram R$ 13,7 milhões aplicados até 2014 sem que a estrutura estivesse apta para o funcionamento.

LEIA MAIS: Maternidade Bem Nascer: ativação da unidade ampliará rede de saúde neonatal no Amapá em 60%

O gestor Sesa, Juan Mendes, explicou que, a partir da contratação de uma Organização Social de Saúde (OSS), o prédio recebeu as alterações necessárias para torná-lo um dos maiores centros de atendimento neonatal, obstétrico e ginecológico da rede estadual já em 2019.

"Em 2019 o prédio estava pronto para ser ativado, mas com a pandemia de covid-19, a unidade precisou servir por duas vezes [2020 e 2021] à preservação de vidas como unidade de referência para a doença. Com a pandemia sob controle, realizamos as adequações finais para que a Maternidade Bem Nascer sirva à sua vocação inicial", finalizou o titular da Sesa.

Saúde Neonatal Fortalecida

A Maternidade Bem Nascer absorverá 60% da demanda do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML), unidade de referência do Estado em neonatalogia, obstetrícia e ginecologia, com capacidade para realizar mensalmente 635 partos entre normais e cesáreas, além de 1.200 atendimentos entre urgência e emergência obstétrica.

A nova unidade também terá capacidade para 3.500 atendimentos para triagem neonatal, que consistem em testes do pezinho, orelhinha, coração, olhos e linguinha, e outros 6.000 exames de análises clínicas. O local contou, ainda, com a contratação de 416 profissionais de saúde e 200 pessoas para atuarem na área de apoio.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá